22/08/2017 às 16h23

Andressa Gongora - [email protected]
Nós, agentes Cáritas do Inter Regional
Sul, reunidos em Florianópolis nos dias 15 a 17 de agosto de 2017, repudiamos a
ação da Polícia Federal ocorrida na tarde do dia 16 de agosto no Instituto
Federal Catarinense, Campus Abelardo Luz, onde houve a quebra de sigilo e
apreensão dos celulares e computadores dos professores Ricardo Scopel Velho e
Maicon Fontanive sob acusação de ingerência do Movimento dos Trabalhadores
Rurais Sem Terra – MST no campus e na gestão.